Cultura organizacional na oficina: como implementar? - Ultracar

Cultura organizacional na oficina: como implementar?

De uma maneira resumida, cultura organizacional é a união entre a missão, a visão e os valores de uma empresa. É ela quem dita como as coisas funcionam em determinado negócio e de que maneira cada pessoa da equipe deve agir.

Esse conceito é muito usado em grandes empresas, mas qualquer empreendedor pode adotar a cultura organizacional em seu negócio. Isso inclui, é claro, o setor automotivo — oficina mecânica, funilaria e auto center — que também pode colher os benefícios dessa organização.

Quer entender isso mais a fundo? Então, continue a leitura.

O que é cultura organizacional?

Cultura organizacional, como o próprio nome sugere, é a cultura de uma empresa. Um conjunto de crenças, valores e ações que fazem aquele ambiente ser único.

Ela funciona como a cultura de qualquer lugar. Se hoje você pegasse um avião e fosse para a Inglaterra, por exemplo, em poucos segundos perceberia a cultura daquele local: a comida é diferente, a forma como as pessoas conversam (não é apenas pela língua, mas pela entonação e forma de se relacionar), a organização, o estilo arquitetônico, leis de trânsito, etc.

Dentro de uma empresa é a mesma coisa. Contudo, a empresa, diferente de um país, precisa ter objetivos e orientações claras. É por isso que dividimos a cultura organizacional em três níveis:

Missão

A missão é o que sua empresa faz. O que você, como empreendedor, como dono de oficina, quer entregar para o mundo?

Visão

A visão é onde você quer chegar. Daqui a 5, 10 ou 15 anos: onde sua oficina deveria estar? Ela expandirá ou continuará no mesmo galpão? Qual é o futuro do seu negócio?

Valores

Os valores são os comportamentos que você e sua equipe precisam ter para fazer a missão acontecer e irem em direção a visão que foi definida. Isso impacta nos hábitos de todos, no desempenho, na produtividade e na maneira de agir diariamente.

Qual é a importância da cultura organizacional?

Quando falamos de cultura organizacional corremos o risco de cair em uma armadilha e deixar tudo muito “abstrato”. Isso não deveria acontecer, porque ao definir uma cultura, o seu processo de administrar o negócio fica mais direcionado.

Se você sabe o que sua oficina precisa fazer, onde quer chegar no futuro e quais comportamentos e práticas são ideais, é muito mais fácil e objetivo tomar decisões e garantir que sua equipe esteja alinhada com seus planos.

Faz sentido ter cultura organizacional na oficina?

Anote o que vamos dizer: sua oficina já tem cultura organizacional.

A cultura organizacional é uma coisa que nasce naturalmente. Existem práticas que vão surgindo à medida que as pessoas convivem no mesmo ambiente. A forma como você e sua equipe comemoram o aniversário de alguém, ou fazem o atendimento ao cliente, por exemplo, já são parte da cultura.

Contudo, uma cultura orgânica (essa que surge naturalmente) difere de uma cultura fruto de planejamento.

Como criar uma cultura organizacional?

A cultura organizacional que surge após um planejamento bem feito é mais direcionada, profissional e mais adequada à gestão moderna e eficiente de um negócio.

Para criar uma cultura organizacional você precisa pensar nos pilares que falamos: missão, visão e valores.

Primeiro você precisa entender o que quer entregar para seus clientes e para a comunidade ao redor da sua oficina. Não só serviços, mas também a ideologia do seu negócio.

Depois, trace um objetivo a longo prazo. Onde você quer chegar?

Por fim, liste os principais comportamentos que você e sua equipe precisam ter para chegar nesse objetivo, mas sem abandonar sua missão.

Cultura organizacional na prática

Um exemplo prático muito bom da aplicação da cultura organizacional é a Stone, aquela empresa das maquininhas verdes de cartão de crédito.

Eles realmente vestem a camisa da empresa e seguem cada passo da sua cultura. A Stone tem 5 valores que são a base do negócio — você pode ler todos eles clicando aqui.

Para termos uma ideia, pegaremos o valor “the reason”. Esse valor diz que o cliente é a coisa mais importante da empresa e que ele sempre precisa vir em primeiro lugar. Na teoria é muito fácil de dizer isso, mas e na prática?

Bom, na prática, quando acontece algum problema com os clientes a equipe de atendimento não tem dúvida: primeiro resolve-se o problema, depois discute-se sobre burocracia, pagamento, taxas ou qualquer outra coisa.

O resultado são clientes mais satisfeitos e mais aprovação da marca. Você pode conferir esses números entrando no Reclame Aqui da empresa e se surpreendendo com os números.

Viu? A cultura organizacional dita como agimos. E sua oficina já tem uma cultura, mas será que ela está adequada para seus objetivos a longo prazo?

Leia nosso artigo sobre Plano de Negócio e veja como estabelecer esses objetivos para o seu negócio!

Crédito da imagem: pch.vector / Freepik.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *